...e esgravata.

sexta-feira, 14 de março de 2008

________________no more tears

Quantas vezes me fechei para chorar
na casa de banho da casa da minha avó
lavava os olhos com shampoo
e chorava
chorava por causa do shampoo
depois acabaram os shampoos
que faziam arder os olhos

no more tears disse Johnson & Johnson
as mães são filhas das filhas
e as filhas são mães das mães
uma mãe lava a cabeça da outra
e todas têm cabelos de crianças loiras
para chorar não podemos usar mais shampoo
e eu gostava de chorar a fio
e chorava
sem um desgosto sem uma dor sem um lenço
sem uma lágrima
fechada à chave na casa de banho
da casa da minha avó
onde além de mim só estava eu
também me fechava no guarda-vestidos grande
mas um guarda-vestidos não se pode fechar por dentro
nunca ninguém viu um vestido a chorar

Adília Lopes

2 comentários:

João disse...

Melancólico mas belo, este blog... É da "morte cinzenta" que trata.

Gostei muito!

jaz.mim_tu... aqui. disse...

.curiosa, a tua interpretação...

pode não ser a minha, porque muito honestamente te confesso que não sei o que é que para aqui vou despejando:), tralhas, monos, roupa velhas, trapos meus..., mas "gostei muito" do teu comentário!

[desculpa ter removido o teu outro comentário, mas...
só conheço a 'maxmen', não sei quem é a/o "gê" "quê" ou a/o gê quem...?]

***teus

jaz.mim_tu... aqui, deixara de o ser.

à espreita de fa|c|to & gravata.

Seguidores