...e esgravata.

quinta-feira, 6 de novembro de 2008

há dias assim, dias felizes...

mais ou menos assim, quase sem tirar, nem pôr, mas ainda pior, ou não tão bom...
______________________________________________________________
______________________________________________________________
« (...) ora bem, então eu passo a explicar: o centro é constituído por três núcleos expositivos, a saber: o primeiro núcleo; o segundo núcleo e finalmente o terceiro, sendo que, ao contrário dos dois primeiros, esse último apresenta alguns dos testemunhos arqueológicos e ossadas que serviram de instrumentos de pesquisa para a compreensão e valorização deste espaço..., é uma cena tipo criminologia forense, tipo C.S.I., pronto. Acreditem: vão gostar! A bilheteira é já ali. Façam o favor de me acompanhar.»


ao fim de tantas horas de parlapié... outra coisa não seria de esperar ...

agora interrogo-me: como é possível que ainda haja muito boa gente que pare para te escutar, Rafael ... mas ainda há quem te* queira ouvir ?!?!


:P
[*]errata: "quem queira ouvir-nos".

5 comentários:

Raphaël disse...

Ora bem... realmente existem três nucleos! E, Lara, para sua informação, eu sou pago para fazer aquilo! eheh. Beijoka com a ternura de uma laranja a cair da oliveira em flôr.. (poesia e tal... ai ui)

jaz.mim_tu... aqui. disse...

e digo mais: vou-me deitar que já se faz tarde!

**teus.

Vânia Paula disse...

Ai ui,ó meu Deus... Que risada! Só mesmo vindo do xô Raphaël!
Verdade seja dita, ele não disse mentira nenhuma...
Posso adoptar esse discurso introdutório? Posso? Vá lá, vá lá, vá lá...

Beijos e abraços para o eloquente autor de tão belo discurso e para o belo jasmim rainha deste jardim****

jaz.mim_tu... aqui. disse...

minha "galleta-mor", em resposta à "deliciosa" questão que me colocas te digo que poder, poder, até podes, se tiveres em vista um novo emprego...

:P

é o que faz andar a ler fernão lopes; jean froissart; pero lopez de ayalla e joe wavrin a torto& a direito... eloquentemente redundantes e redutores, "ora bem" e em bom portugês, tanta parra para tão pouca uva...?

...

estou a brincar!

:D


um *inho para uma flôr muito bonita,

e outro para o nosso manjerico radiofónico que tanta vida e animo dá ao nosso tal famigerado e holiwoodesco núcleo 3, o tal que vem depois do 1º e do segundo, o do "ossatoruim"...

:)

Mika disse...

"O princípio dos VASOS COMUNICANTES" - nova categoria profissional; "embora possam, pontualmente a vida mais sossegada e suportável, vão, pelo execesso, semeando em terreno propício obseidade a granel e tranformando este nosso planeta doente num mundo de muitos gordos, que, cinicamente, vivem paredes meias com outros tantos que morrem devastados por carências..."

armário.roupeiro: cabides.

jaz.mim_tu... aqui, deixara de o ser.

à espreita de fa|c|to & gravata.

Seguidores