...e esgravata.

quarta-feira, 17 de dezembro de 2008

do sagrado: a new job; a new home.


















































Com a preciosa ajuda da amiga & conselheira: Dália Lourenço.

[eu prefiro "exibir" a minha (nossa!!) salinha-de-estar, dália...:)].

5 comentários:

Dali disse...

Bem! Estamos a viver no luxo.

Com uma sala destas não precisamos de mais nada.

P.S.: não mostres o nosso quarto, para não provocar o deslumbramento nos espectadores!

*****teus

jaz.mim_tu... aqui. disse...

"luxo"...?!?! onde?! tudo surripiado aqui e ali...

vi uma chaise longue axadrezada muito cozy e catita na marquês de pombal, preciso de uma opinião tua...

[mi casa es su casa!!]

***nossos.

jaz.mim_tu... aqui. disse...

p.s.: "espectadores"?!?! "onde"?!?!

:P

Dali disse...

Espectadores???:

Já te esqueceste que ainda não temos cortinados, por isso a nossa casa é um autentico Big Brother!


****teus
(à 3ª é de vez)

jaz.mim_tu... aqui. disse...

meu deus, quem diria que o modelo ultra-fashion dos "panópticos" de foucault conjugado com os singularíssimos "big brothers"
de orwell dessem tão bom resultado caseiro e se tornassem tão apelativos aos olhares de terceiros, visual e esteticamente falando, claro está, apesar da simplicidade latente.

ficou gira, não ficou? mas sim, és capaz de ter razão: precisa de uns cortinados, de preferência caídos, compridos, de organza beje clarinha ou branquinha, transparente. ou de uma velatura sóbria.

e tu? já encontraste o tapete perfeito para o hall?

armário.roupeiro: cabides.

jaz.mim_tu... aqui, deixara de o ser.

à espreita de fa|c|to & gravata.

Seguidores