...e esgravata.

sexta-feira, 4 de abril de 2008

______________________certo dia sonhei...



























Lella, Bretagne, 1947
Edouard Boubat




que o meu último grã d' amor me pudesse ver assim. sentir-me. assim.
perdi as luas ao contar os dias em que o meu ínfimo grão de amor
lançara as redes ao que de mim. assim. havia.
sonhei, em dia incerto de maré-vazia e branda, que o meu amor me fizesse sentir assim.
grande.

7 comentários:

teresa disse...

Tão bonito.

jaz.mim_tu... aqui. disse...

tão bonita, tão destemida, tão... tão segura... tão obstinada... tão plena... tão feminina e autêntica...

jaz.mim_tu... aqui. disse...

tão mulher.

teresa disse...

O POEMA, O POEMA! NÃO SEJAS "SEMI-BURRA" :p

jaz.mim_tu... aqui. disse...

.poema.?.

palavras sofridas, escritas na ilusão de um amanhecer fugaz para o eco mudo da noite vazia. afastar.

jaz.mim_tu... aqui. disse...

.espirro!

teresa disse...

Coitadinha de ti estou a morrer de peninha :P

armário.roupeiro: cabides.

jaz.mim_tu... aqui, deixara de o ser.

à espreita de fa|c|to & gravata.

Seguidores