...e esgravata.

sexta-feira, 27 de fevereiro de 2009

«by prayer for rain.»

























oh magpie, my magpie...






"I Can Almost See You";
Hammock.

.

Ontem fui jantar ao Old Beach, o restaurante da praia velha de S. Pedro de Moel que era só nosso.
Já pela noite dentro, à hora de véspera de um amanhecer igual aos acordares preguiçosos que vou somando dia após dia, desde que partiste, sentei-me bem junto do mar, sossegada, pertinho da orla espumante, inquieta, e vi o mar. vi o mar. e vi as ondas. vi as ondas. sibilantes. Estava frio. muito frio. senti o frio. vinha do mar. Estava silenciosa. a noite. serena. Sentada bem junto do mar, esqueci-me de olhar para as estrelas, para o luar, para o farol, para as gaivotas, para as escarpas, esqueci-me. Vi o mar. vi o mar. a imensidão desse mar que me preenchia os olhos. o meu olhar. Vi mergulhos de verão, ondas cristalizadas, noites longas, cheek-to-cheek-&-segredos, promessas revolvidas pelo mar. no mar. desse mar que foi, levou, e nunca mais voltou a ser...
O meu olhar, esse, continua de salitre, não-rio, desaguo. Choro-te. Descalço-me. Agora. Aqui. Sento-me à tua beira, ouço cantar duas gaivotas e lembro-me do quanto fomos felizes. Afluo. Não tenho frio. vejo as estrelas. SorRio.vejo o luar. Aconchegas-me. vejo estrelas.Voltaste. vejo o farol. Voltou a a_mar. Voltou a ser...
Voltei a ser.*
.
.
my 'sweet cotton club' mood: "These Foolish Things"_Etta James _--¨¨-_.. .
_____________________________"Come rain or come shine"_Etta James // Frank Sinatra-_¨¨-..
_____________________________"Someone to watch over me"_Chet Baker_ _-...
.
.
.
.
.
.

12 comentários:

Fredupe disse...

Apesar de estar muito bem escrito este pequeno texto, e de ele até me fazer recordar algumas coisas muitoo minhas, que em nada se relacionam com a Doutora, devo dizer que gosto mais do Seu "Eu" ficcionado, quando pareces menos como nós meros mortais e quando Te aproximas da Lara inantigivel!

jaz.mim_tu... aqui. disse...

quando dizes que preferes o meu "eu" ficcionado, devo depreender pelas tuas palavras que preferes, então, que eu me "negue"... é isso? eu sou ordinareca, igual ao comum dos mortais, terráquios, bichos da terra tão pequenos... pequeninitos...

;)

**inho, fred.

Fredupe disse...

De modo nenhum, não é isso!

Você marca tanto pela imagem de diferença que Me Transmite, que quando escreve uma coisa destas, tão originalmente terráquea que eu até fico "chocado".

Eu é que se calhar tenho uma ideia distorcida de Si! :D

jaz.mim_tu... aqui. disse...

olha fred, não sei se já te apercebeste, mas que eu tenha reparado, não tenho pele verde nem duas antenas a coroar a minha cabeça... o meu irmão endeusa-me assim tanto...?! tens de apurar melhor as tuas fontes de referência...

:p


se a imagem é distorcida, aconselho-te um espelho anamórfico. o mimo dispõe de muitos!

[vou jantar de seguida, faneca com arroz de tomate, acompanhado de um belo copinho de tinto, ah e sim estou a utilizar a net da fundação - quanta insubordinação! :P]

errata: "terráquEos"

Fredupe disse...

Apercebi-me de imediato da errata!Pois não é o Teu mano não, é mesmo a ideia conceptual que tenho da Sua pessoa! Essa imagem tem a sua origem no nosso contacto pseudo-social! Tanto que se eu usasse as descrições do seu irmão, teria efectivamente uma imagem de extraterrestre da Lara! :DAi ai a menina a usar recursos Públicos da Cultura, para descrever a sua ementa!

jaz.mim_tu... aqui. disse...

caríssimo fred, primeiro: como sabes a fundação não é uma entidade pública. trata-se, na realidade, de uma instituição privadérrima; segundo: a alegoria da minha ementa foi a maneira mais acessível (para compreenderes mais facilmente)de ilustrar/traduzir a minha normalidade; terceiro: imagino a tua cara de felicidade, e o regozijo da "tua pessoa" quando te apercebeste do meu lapso ortográfico. um apontamento pontual uma vez que recorro a esse termo vezes sem conta, sempre bem escrito ("ui ui a lara enganou-se... nhã, nhã, nhã, nhã" - meu deus, tenho 27 anos e acabo de escrever isto, nem acredito) o que só prova que muito tenho contribuido para o teu enriquecimento vocabular. nota-se. evoluíste e muito em termos de escrita. serei eu, a alienígena a tua fonte de inspiração? exijo o pagamento com devidos honorários.

conceptualismos à parte, tonto! e julgava eu o meu irmão uma pessoa selectiva...

:P

Fredupe disse...

De "Factum" pensava que a fundação era uma parceria publico/privada....... Por acaso pensei que a cena do jantar era mesmo para me despachares, para eu não por mais comentários parvos aqui.Mesmo que você fosse a minha alienígena inspiradora, eu jamais o reconheceria.Essa é boa, o Tenreiro ser uma pessoa selectiva!!!! :D P.S. - Isto é tão estúpido..... colocar aqui comentários com você ligada ao msn!

jaz.mim_tu... aqui. disse...

«oh triste vida só me calham duques!»

...

;)

[como reparas, estou "ocupada".]

jaz.mim_tu... aqui. disse...

p.s.: porque espúria razão me tratas, aqui, por "você"? andas a ver demasiadas telenovelas, parece-me...

Fredupe disse...

Totalmente Triste! :D

O meu você deve ser entendido como tom jocoso! E serve também para manter a devida distância.

jaz.mim_tu... aqui. disse...

"anedótico", queres tu dizer ou quer-me parecer...

Fredupe disse...

Totalmente anedótico!

E com isto encerro também uma série de comentários anedóticos!

***

armário.roupeiro: cabides.

jaz.mim_tu... aqui, deixara de o ser.

à espreita de fa|c|to & gravata.

Seguidores