...e esgravata.

quinta-feira, 12 de março de 2009

panteísmo: a nova devotio moderna#2.


























The Rudy Suns, "Sea Lion";

























Um álbum deliciosamente saboroso, querido, mimoso, e fofinho. um miminho. ternurento. Sabe a algodão-doce; a Bombocas de morango e baunilha; a iogurte da Longa Vida de piñacolada; a pastilhas Gorila de tutti-frutti e aos Sugus de laranja. Sabe ao creme Nivea, e às bolas de berlim, bolacha americana, ao Perna de Pau e Calipos. Sabe aos crepes de fruta da Praça dos Gelados. Sabe às praias, às montanhas e aos pastos de S. Sebastián, aos sombreros de Palma de Maiorca e aos pinotes da Praia de S. Pedro, S. Martinho, Pedrógão, Costa Nova e da Barra; sabe-me ao tempo dos óculos de sol cor-de-rosa e amarelo shocking com duas Minies divirtidas nas extremidades. Sabe-me à frescura leve e airosa das t-shirts e mini-saias da Bambolla, dos calções e bonés da Benetton e dos chinelos da Cenoura. Sabe-me às memórias estivais em forma de coração rosadinho, da cor dos escaldões e das brincadeiras esturricadas. Sabe-me às risotas de um pretérito perfeito.
Sabe-me tão, mas tão, bem... sabe-me às ondas temperadas do mar, salpicadas de estrelinhas de luz e riscos da- cor-do- arco-íris, que apanhava em pleno mês de Agosto de sol tórrido na Praia da Rocha...
...
E já agora, a capa do álbum não vos parece ter sido pintada por canetas de feltro da Molin?
...
.
.
[sou rapariga para ouvir este álbum um-mil-e-sem-fins de vezes. entre esses tais sem-fins encontro consonâncias rítmicas e instrumentais mais genesíacas, ritualistas, de expressão autóctone, muito na "onda" de uma proto-espécie de "neo-antípoda-uterina". sim, reconheço ser uma alucinação, sim, reconheço estar a armar-me ao pingarelho. mas reconheço ser alucinação maior, quando digo que de entre esses tais-sem-fins encontro ainda uma outra referância da qual não me consigo livrar. provavelmente um encontro inusitado ultra-dissonante, ou um delírio ignorantezinho, mas não consigo deixar de os "comparar" (termo injusto) aos míticos The Jesus and Mary Chain, especialmente quando ouço "Kenya Dig it"... parece-me haver "qualquer coisa" que os aproxima em termos de sensibilidade sonora. Será da "pulsação" titubeante da "batida" :)? eu sei que é estúpido&ridículo, mas... são estupidezas&ridiculices minhas. e não é que me faz lembrar (mesmo!) aqueles sacanas, os The Jesus and Mary Chain... pardonnez moi, je vous demonde ...]
.
.

16 comentários:

Fredupe disse...

Referância????

Sim parece uma ilustração com canetas da Molin, pena é que já não se fabriquem mais, com a insolvência da dita empresa.

jaz.mim_tu... aqui. disse...

não estás à espera que eu te contrate para seres o meu corrector ortográfico, pois não? deixa estar a "referância" quietinha e sossegadinha.

[a língua é um organismo vivo, em permanente metamorfose ou mutação, pode ser que se a moda entretanto pegar vire "referância"...]

jaz.mim_tu... aqui. disse...

eu sou uma pessoa muito "trend-setter", if you know what i mean... vais ver que a moda vai pegar...

:P

Fredupe disse...

pois eu realmente fiquei a olhar durante 30 segundos para a palvra e fiquei com a sensação que podia ser prepositada! Mas sinceramente após os Choques todo o cuidado é pouco.

Depois vou precisar de uma autorização Sua, para a citar no meu sítio!

jaz.mim_tu... aqui. disse...

meu caro fred, causou-te perplexidade o "museu dos choces?" (e não "choques"! só troquei o lugar do "h"). estou a ver que deves ser daqueles que diz "cê de cão", como se houvesse outros cês, ou outros "quês de nove"... ai ai fred, fred...

post-scriptum: uma modesta sugestão - não te preocupes com a pregância da forma, procupa-te, antes, com a respectiva substância semântica.

Fredupe disse...

:)

É mesmo assim, uma mistura de Prepositivo e Propositado........

estava a experimentar a tal dita moda que vai pegar! :p

jaz.mim_tu... aqui. disse...

.!!!.

prepositada vs propositada.

este "pre" sim, um ERRO, tremendamente gravoso, senhor corrector...

a tua "palvra", é um lapso apressado, inconsciente e inconsequente... irrelevante, agora o "prepositado" até fere a vista. poluição visual, mental... enfim...

jaz.mim_tu... aqui. disse...

sempre a imitar-me, sempre, sempre, sempre... "macaquinho de imitação"...

jaz.mim_tu... aqui. disse...

(é impressão minha, ou houve uma incerta confusão no horário dos comentários? que estranho, o teu aparece primeiro...)

Fredupe disse...

Bem acabou a hora da macacada e tenho que ir trabalhar!

E sim obviamente foi um lapso! :D

jaz.mim_tu... aqui. disse...

a "palvra" foi "um" lapso, o "prepositado", foi "a" burrice.

;)

Fredupe disse...

Peut être :D

jaz.mim_tu... aqui. disse...

estava a brincar, vai trabalhar descansado...

jaz.mim_tu... aqui. disse...

errata: "pregNância".

Fredupe disse...

Agora sem macaquices! Estes pequenos textos que vais publicando esporadicamente são pequenos Tesouros! Muito bem escritos e acredito/espero/desejo/sei que são muito sentidos! ;)E agora ocorreu-me uma boa deixa para este meu comentário:"The End"

jaz.mim_tu... aqui. disse...

...

tolinho...

armário.roupeiro: cabides.

jaz.mim_tu... aqui, deixara de o ser.

à espreita de fa|c|to & gravata.

Seguidores