...e esgravata.

quinta-feira, 29 de janeiro de 2009

o amor é ummuito pelo contrário,ouum antes pelo contrário,parecendo que não...,vês amor,o amor é este lugar-comum,não vês cabrão?

a maior das fortalezas? o Amor.

a maior das fragilidades? o Amor.

a maior das graças? o Amor.

a maior das desgraças? o Amor.

a maior das certezas? o Amor.

a maior das dúvidas? o Amor.

a maior das curas? o Amor.

o maior dos venenos? o Amor.

a maior revolução? o Amor.

a maior inércia? o Amor.

[...]

corro, corro, corro, para dele fugir. para nele me encontrar.

e torno a correr. e corro, corro, corro,

e torno a correr. e corro, corro, corro.

quando me encontra, me agarra,. já[z] cansada.

desisto.

falta-me o fôlego. o ar. morro.

e torno a morrer[*].

[...]

a maior afirmação: o amor é fodido**.
a maior revelação: o amor é fodido.
a maior negação: o amor é fodido.
a maior contradição: o amor é fodido.
a maior terra-chão-isto: o amor é fodido.
a maior estrela-céu-aquilo: o amor é fodido.



[*] p/ nunca mais tropeçar. p/ nunca mais (me) voltar a perder (te).
[**] pelo Big-MEC.



~
o maior voo, a maior queda.



antes de ser. já (não) o era.

12 comentários:

nuno disse...

Lara, o amor não é, no sentido estrito, antes é como, e no "sentido" que cada um lhe dá. É f** isso concordo.

**teus.

jaz.mim_tu... aqui. disse...

...

"é". do verbo "ser" do (meu) ser.

...

talvez..., porque sendo o
amor "coisa estranha desnecessária", e (des)faz "sentido", perdemo-nos em conceitos "necessários" no "sentido de" encontrar "significados" (im)prováveis que o justifiquem, racionalizem...

...

significado vs sentido.

*outro.

Anônimo disse...

Concordo. É uma imagem genérica, em "suma". ***

jaz.mim_tu... aqui. disse...

antes "sumisse"...

...


;)

Anônimo disse...

A minha "suma" não era desse "género" antes do "género algébrico".

E permite me que discorde pois por mim antes fiques. :)

jaz.mim_tu... aqui. disse...

eu percebi...

então, mas o "sumir", não "é", ele-mesmo, a anulação dessa somatório algarítmico?

:p

não faças caso, ando muito chã, "abaixo-de-zero" algebricamente falando, ultimamente...

livra-te se sumires!

;)

Anônimo disse...

Diria que o "paradigma" dessa "sumissão" é - propriamente - o zero, a "classe nula".

Igulamente :)

jaz.mim_tu... aqui. disse...

submissão=anulação.


ih.:).gula.mente, para si também, nuno.

Anônimo disse...

Não se tratava de nada disso -)

Boa noite.

jaz.mim_tu... aqui. disse...

molto obrigada,

buena nuit,

;)


merci.

Fredupe disse...

Antes morrer e (re)morrer, para sempre se voltar a perder!

Curiosa a forma de teres colocado inicialmente as virtudes e após essa um género de sentimento contrário!

jaz.mim_tu... aqui. disse...

...

...

armário.roupeiro: cabides.

jaz.mim_tu... aqui, deixara de o ser.

à espreita de fa|c|to & gravata.

Seguidores